"Eu estou aqui para confundir, e não para explicar!" (Chacrinha)

quinta-feira, 1 de novembro de 2012

15 - GURI DE URUGUAIANA - GAÚCHO DA FRONTEIRA

1º de novembro de 2012.

Guri de Uruguaiana
Gaúcho da Fronteira



A MÚSICA DOS PAMPAS

  
E a nossa viagem musical de hoje é para o sul do Brasil.  Vamos ouvir a ótima música regional do Rio Grande do Sul. É claro que ninguém em sã consciência consideraria qualquer tipo de música regional como música de mau-gosto. Mas é fato que muita gente (equivocada) considera esse tipo de música como uma música menor, música de velho. Azar o deles, porque eu adoro! E Gaúcho da Fronteira é "tri-legal". E também veremos e ouviremos a "nova geração" gaúcha: Guri de Uruguaiana, e suas hilárias versões do Canto Alegretense.
 
 
 
Clique aqui e escolha a sua no Site TonyGifsJavas.com.br
 
 
 
 
 
CANTO ALEGRETENSE I  -  Gaúcho da Fronteira
 
Heber Artigas Armua Fróis nasceu em 1947, no Uruguai, mas naturalizou-se e virou brasileiro e gaúcho de verdade. Mais que isso, virou um símbolo do homem brasileiro nos pampas; um legítimo gaúcho, tchê! Iniciou sua carreira em 1968, com o grupo "Os Vaqueanos" e gravou seu primeiro disco em 1975. Apesar  de seu sucesso com a música tradicional gaúcha, mostrou-se também um legítimo representante da música tradicional brasileira, ao misturar ritmos de outras partes do país, como o forró e o vanerão, que ele juntou e batizou de "forronerão", além do "vanerão sambado". Gaúcho da Fronteira é orgulho gaúcho, sulista e nacional. Confiram (e sintam o cheiro de churrasco)!  
 
 
    
Gaúcho da Fronteira
 





CANTO ALEGRETENSE II - Versão Michel Teló

A composição original do Canto Alegretense é de Antonio Augusto Fagundes e Bagre Fagundes. O Guri de Uruguaiana é talvez o único caso no mundo de cantor que só tem uma música no repertório, que ele canta em várias versões. Aqui ele parodia o mega-sucesso internacional "Assim você me mata", de Michel Teló.


Guri de Uruguaiana
 
 
 
CANTO ALEGRETENSE III - Versão Paula Fernandes
 
Guri de uruguaiana é o personagem do humorista Jair Kobe, nascido em Porto Alegre em 1959. Em 2001, segundo seu site, "depois de passar por tantos trabalhos na vida, Jair descobriu seu talento reprimido ao apresentar o show 'Seriamente Cômico', no Teatro Ipê, ingressando a partir de então na carreira artística; e está na vida de comediante até hoje".
 
 
 
 

Guri de uruguaiana
 
 
 
CANTO ALEGRETENSE IV - Versão Funk
 
Guri de Uruguaiana, segundo o blog do personagem, "é nascido e criado na zona; na zona rural de Uruguaiana, e que quando piá de colo, aprendeu a caminhar ligeiro que nem cascudo em galinheiro, com apenas 4 meses; isso porque ele era mais feio que indigestão de torresmo, e ninguém queria o vivente no colo". O Guri cresceu, virou artista e ampliou seus horizontes além dos pampas, vindo a encontrar-se um dia com o funk carioca.  
 
 
Guri de Uruguaiana
 
 
CANTO ALEGRETENSE V - Versão Village People
 
E o Guri também mostrou que não tem nenhum tipo de preconceito, chegando até mesmo a gravar uma música do Village People. E neste blog não tem espaço para preconceito. Na verdade, só não gosto muito de gente "chic", ou "metida à chic". Se bem que... Village People é muito "chic", não é não?
 
 
Guri de Uruguaiana
 
 
CANTO ALEGRETENSE VI - Versão "We are the World"
 
E para finalizar, um clássico dos anos 80, defendido com toda a emoção pelo Guri e por seus convidados. Barbaridade!
 
 
Guri de Uruguaiana
 
 
 
Clique aqui e escolha a sua no Site TonyGifsJavas.com.br
 
 
 

 
A proposta deste blog é viajar por todas as regiões brasileiras e conferir todos os tipos de música do nosso musicalmente rico país, mas principalmente aquelas  músicas que ficam meio que escondidas, por não estarem de acordo com o bom-gosto dominante. Já falamos e mostramos muito de música brega, cafona, mas a música regional, folclórica, muitas vezes também é tão rejeitada quanto. No entanto, dos Pampas à Amazônia, temos uma música regional riquíssima. E devemos divulgar essa cultura.  E o divertidíssimo Guri de Uruguaiana, com muito humor, presta um belo serviço nesse sentido. e o Gaúcho da Fronteira merece ser conhecido por todo o Brasil. Barbaridade, tchê!
 
Saudações cafônicas!
 
Kid Cafona
 
 
 
Postado em 01º de novembro de 2012. 
 
 
 
bizarro_24.gif
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário